6 vantagens da Análise Ergonômica do Trabalho (AET)

Já parou para pensar se você e a sua empresa estão dando a devida importância para a Análise Ergonômica do Trabalho (AET)? É dever das empresas garantirem o bem-estar e total segurança dos seus funcionários com base na AET. Trata-se de um documento fundamental no mundo corporativo. Afinal garante que as instituições estão cumprindo as normas de segurança do trabalho, proporcionando ambientes laborais, saudáveis e produtivos.

Ao longo deste artigo, vamos explicar o que é a Análise Ergonômica no Trabalho e quais as principais vantagens de aplicá-la. Então, não deixe de acompanhar até o final. Boa leitura!


O que é Análise Ergonômica do Trabalho (AET)


A Análise Ergonômica do Trabalho, ou apenas AET, é um documento elaborado a partir de uma análise feita no ambiente laboral. Com foco em reduzir riscos existentes para a saúde da equipe, prevenindo futuras ameaças. Uma AET pode ser relacionada à má postura, falta de iluminação, temperatura inadequada, níveis de ruídos, ventilação insuficiente ou ferramentas que apresentem tamanhos inadequados. Esse cuidado é previsto pela Norma Regulamentadora NR-17, conhecida como norma ergonômica.

Além de proporcionar condições ideais para que seja criado um ambiente de trabalho saudável, onde colaboradores exercem funções com segurança, os resultados obtidos com a AET voltam para a empresa em forma de benefícios, relacionados diretamente com os lucros. De forma bem simples, a Análise Ergonômica do Trabalho é um registro no qual todos os riscos ergonômicos da empresa, ambiente de trabalho e profissional são analisados.


Legislação e o AET nas empresas


A Análise Ergonômica do Trabalho é uma legislação prevista na Norma Regulamentadora 17 (NR 17). A AET tem permissão para avaliar a adaptação das condições de trabalho junto às características psicofisiológicas de todos os trabalhadores. Com a legislação é possível verificar quais são as condições exigidas para o mobiliário, ambiente e a harmonização do ambiente de trabalho. O objetivo é justamente proporcionar qualidade de vida, conforto, segurança e desempenho eficiente.

Conforme prevê a NR-17, as condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, condições de trabalho e toda organização. Sendo assim, se torna importante para toda e qualquer instituição.


6 vantagens da Análise Ergonômica do Trabalho (AET)


Aplicar uma Análise Ergonômica do Trabalho na sua empresa vai além de apenas cumprir as normas impostas pela NR-17 . Quando esse documento é elaborado, existe uma demonstração de cuidado e preocupação da empresa com o bem-estar e qualidade de vida dos seus colaboradores. Isso dentro e fora do local de trabalho. A AET proporciona muitas vantagens para empresas e funcionários. Veja alguns desses benefícios para a sua instituição.

  • 1) Redução de custos

Considerando uma boa análise ergonômica do trabalho, é possível proporcionar menos afastamentos, aumentando a produtividade, otimizando processos e reduzindo ações trabalhistas. A AET faz com que o empreendedor se beneficie com a diminuição de custos no orçamento.

  • 2) Reforça a cultura da segurança empresarial

A NR-17, trata exclusivamente da Segurança do Trabalho, ao ter a AET na sua empresa você faz com que toda segurança seja valorizada. A partir do momento que você cuida da Saúde e Segurança dos seus funcionários, o ato é reconhecido pelo público final.

  • 3) Eleva a produtividade e bem-estar dos colaboradores

Uma simples otimização no ambiente é capaz de aumentar a participação da equipe. Um ambiente bem cuidado, tende a reduzir erros, pois o profissional estará focado no dia a dia, induzindo, ainda, a criatividade lucrativa para a empresa. Em busca de maior bem-estar, algumas pessoas optam pelas pílulas da inteligência. Os nootrópicos podem estimular a função cognitiva do cérebro, auxiliando ainda mais na questão da produtividade. O que é positivo para a empresa.

  • 4) Melhora o engajamento profissional

A AET age com foco na melhoria do engajamento dos colaboradores, aumentando a produtividade. Quando os funcionários percebem as melhorias para que o ambiente seja mais seguro e confortável, eles se sentem valorizados, satisfeitos e engajados no trabalho. Como consequência os níveis de produtividade das equipes aumentam.

  • 5) Evita as doenças ocupacionais

Doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho – DORT, são um perigo quando o assunto são os padrões ergonômicos. Portanto, apostar na AET, é a forma mais sensata de evitar desconfortos causados pelos equipamentos. Como fadiga, dores musculares e estresse, fatores que causam doenças ocupacionais. Afinal, ergonomia não é somente mesa e cadeira corretas.

  • 6) Diminui o afastamento

Quando a empresa oferece risco à saúde e bem-estar dos colaboradores, frequentemente ocorrem afastamentos por lesões ou acidentes de trabalho. Esses afastamentos ocasionam prejuízos em toda rotina interna, nos resultados e principalmente nos lucros. Com a AET aplicada, os cuidados conseguem reduzir riscos, garantindo que a equipe fique em segurança.

Esses foram os benefícios que a AET proporciona na sua empresa.

Cada instituição precisa elaborar seu programa ergonômico de acordo com as necessidades particulares de cada um. Quer começar agora? Conheça os serviços do Health&Care e agende hoje mesmo uma análise ergonômica do trabalho!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

PCMSO da nova SST, com Dr Rafael calixto

Aprenda TUDO que você precisa saber da NR-7 na nova SST com exemplos práticos, ferramentas e estudos de caso, e também como a gestão do PCMSO se adequa ao PGR e eSocial!

Mentoria FAP Expert

chegou a hora de você Dominar de uma vez por todas A gestão do FAP e sua carreira como Profissional de sst.

Mentoria GRO e PGR

Torne-se um profissional de SST valorizado no mercado, cobiçado pelas empresas e melhor remunerado em