Abril Verde: um mês para redobrarmos a conscientização sobre a importância da Segurança no Trabalho

Há exatos 52 anos a área de Segurança do Trabalho tomou um rumo diferente. Infelizmente isto ocorreu por meio de uma tragédia. Se hoje nós relembramos a importância de prevenirmos os acidentes de trabalho no dia 28 de abril, “foi preciso” que 78 trabalhadores morressem na explosão de uma mina cidade de Farmington, na Virgínia, estado dos Estados Unidos lá em 1969.

Este acidente foi um marco para a área de SST e inspirou também a campanha “Abril Verde”, que movimenta as empresas durante os meses de abril.

Porém, é preciso que reflitamos: depois de Farmington, quantos outros trabalhadores morreram? No Brasil nos últimos anos quantos perderam a vida enquanto apenas trabalhavam?

É sobre isso que fala a Campanha Abril Verde. É sobre o hoje. Mas um hoje que não se resumo a um mês ou a um 28 de abril.

Afinal, por que é importante falarmos sobre Segurança do Trabalho?

Os dados sobre a quantidade de acidentes de trabalho no país não são tão atualizados de forma rápida, afinal, é preciso que as empresas informem ao Governo aquilo que ocorre, sobretudo nos parques fabris.

Porém, segundo dados da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT), de 2012 até agosto de 2018, o Brasil registrou 4,2 milhões de acidentes de trabalho. Destes, mais de 15,5 mil resultaram em mortes, ou seja, são quase três mil mortes anuais e que, em sua maioria, poderiam ser evitadas.

Além destes dados que são alarmantes, muitos trabalhadores adoecem dentro do trabalho, por vezes por realizar tarefas repetitivas ou por estarem expostos a agentes nocivos, sem que haja um real cuidado por parte dos empresários.

Na prática, todo o cuidado é pouco, não somente para evitar aquelas tragédias que aumentam os números, mas para que doenças que surgem lentamente, como asma ocupacional, pneumoconioses ou, ainda, distúrbios relacionados à saúde mental, se desenvolvam.

A importância também cresce na medida em que os empresários ainda acreditam que uma equipe responsável pela Segurança do Trabalho é um “gasto desnecessário”, descumprindo, ainda, a legislação.

Vale ressaltar, sobretudo neste “Abril Verde”, que as empresas precisam de um time multidisciplinar com técnico de Segurança do Trabalho, além de engenheiros, médicos e enfermeiros de Segurança do Trabalho, formando o que chamamos de SESMT – Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho.

Como movimentar sua empresa muito além do “Abril Verde”?

São diversas as formas de alertar e gerar uma discussão sobre a importância da Segurança do Trabalho. E é claro que isto não limita apenas ao “Abril Verde”: criar debates, realizar seminários, palestras, mobilizações sociais em grupo e voluntárias são algumas das formas de conscientizar os trabalhadores.

 

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

PCMSO da nova SST, com Dr Rafael calixto

Aprenda TUDO que você precisa saber da NR-7 na nova SST com exemplos práticos, ferramentas e estudos de caso, e também como a gestão do PCMSO se adequa ao PGR e eSocial!

Mentoria FAP Expert

chegou a hora de você Dominar de uma vez por todas A gestão do FAP e sua carreira como Profissional de sst.

Mentoria GRO e PGR

Torne-se um profissional de SST valorizado no mercado, cobiçado pelas empresas e melhor remunerado em