Cultura de Segurança: como implantar e gerar benefícios

Se você procurar no dicionário o significado da palavra cultura vai encontrar, entre outros conceitos, que cultura é um conjunto de hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano ao viver em sociedade. Partindo deste pressuposto, para você, o que é cultura de segurança no trabalho?

Você deve falar muito sobre segurança do trabalho, provavelmente todos os dias, porém, você tem vivido uma cultura de segurança?

A primeira coisa que precisa estar clara para você e seus colegas é que cultura de segurança difere de protocolo da segurança. Diferente do protocolo, que busca seguir regras, a cultura impõe a necessidade de se ter “instinto”.

Mas por que “instinto”? Os colaboradores precisam carregar consigo a tranquilidade de que tudo está correto, todas as normas estão seguidas, estando, de fato, em sintonia uns com os outros sem se preocupar que algum acidente de trabalho vai ocorrer e justamente porque se vive uma cultura de segurança.

E se por um acaso o acidente ocorra, todas saberão exatamente o que fazer, afinal, estão em sintonia.

Ficou mais claro?

Benefícios da cultura de segurança

A cultura de segurança deve fazer com que todos os colaboradores adotem práticas preventivas e seguras.

Depois de ser adotada, ela traz diversos benefícios. O principal deles, com certeza, é a grande redução de acidentes de trabalho. Isto é o mais importante. É a sua vida!

Com essa redução, por consequência a produtividade aumenta e, assim, o sucesso da empresa, que cresce no mercado em que atua e, claro, que todos querem trabalhar em uma grande empresa que se preocupa com a saúde e segurança dos seus trabalhadores.

Além disso, como falamos acima, a cultura de segurança faz com que todos saibam o que fazer quando ocorrem imprevistos, ou seja, evita que situações se agravem mais ainda.

Com menos riscos, por consequencia das demais atitudes, os colaboradores criam mais confiança, se tornando mais eficientes e engajados.

Como implantar a cultura de segurança?

Na teoria parece muito fácil: os colaboradores precisam estar preparados e em sintonia para vencer adversidade de segurança. Ok! Mas como você que é responsável pelo setor de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) da sua empresa pode fazer isso?

Existem algumas dicas como fazer essa implantação:

  • Analise riscos

Para implantar uma cultura de segurança você precisa estudar. Você que é responsável por SST precisa, mais do que ninguém, saber quais os fatores de riscos que os colaboradores estão sujeitos.

Por meio de estudos técnicos e detalhados você identificará áreas de vulnerabilidade podendo trabalhar para vencê-las. Para isso, monte um plano de segurança.

  • Monte um plano de segurança

O plano de segurança terá o objetivo de determinar ações a serem tomadas em situações que possam ser perigosas.

Nele estarão evidenciadas as funções de cada colaborador dentro da gestão de segurança e todos saberão quais os melhores Equipamentos de Proteção usar para suprir necessidades.

  • Treinamentos são essenciais

É quase que desnecessário falar da importância do treinamento, certo? Ao menos deveria ser! Uma cultura de segurança exige funcionários treinados e capacitados. Assim, a rotina da empresa vai funcionar de maneira segura.

No entanto, lembre-se:

Faça programas específicos de treinamento, afinal, os seus colaboradores trabalham em funções distintas.

É importante também que você diversifique a forma como isso é feito, chame a atenção! Palestras com slides cansam e você sabe disso. Se coloque no lugar de quem está ali assistindo. Seja criativo e dinamize!

Feedbacks são necessários! O responsável por SST precisa estar perto de todos os colaboradores, lembrando, de forma diária, a importância da segurança, mas sem ser um carrasco. Apenas sendo mais um disseminador desta cultura.

  •  Adote tecnologias de segurança

Vivemos a era da tecnologia. Já é possível monitorar de forma remota se todos seguem à risca os procedimentos para que essa cultura de segurança seja, de fato, eficaz. Isso permite, também, rapidez na hora de gerenciar uma crise.

Concluindo…

Criar uma cultura de trabalho não é fácil e exige tempo. Porém, com ela instaurada, é gratificante ver aqueles quadros comuns nas empresas – e que deve haver na sua também – com a soma de dias sem afastamentos por acidentes de trabalho batendo recordes.

Se você tiver alguma dúvida de como implantar esta cultura na sua empresa, entre em contato conosco.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

Meteórico GRO e FAP

Chegou a hora de você ter seu trabalho de SST visto como um investimento e ser muito bem pago para isso ​

PCMSO da nova SST, com Dr Rafael calixto

Aprenda TUDO que você precisa saber da NR-7 na nova SST com exemplos práticos, ferramentas e estudos de caso, e também como a gestão do PCMSO se adequa ao PGR e eSocial!

Mentoria FAP Expert

chegou a hora de você Dominar de uma vez por todas A gestão do FAP e sua carreira como Profissional de sst.

Mentoria GRO e PGR

Torne-se um profissional de SST valorizado no mercado, cobiçado pelas empresas e melhor remunerado em