Home office: saiba como criar programas de bem-estar aos colaboradores

O bem-estar no home office e a saúde mental dos colaboradores têm ganhado cada vez mais espaço na lista de prioridades de grandes corporações.

O tema, que antes avançava de forma tímida, deu um salto em 2020 com a chegada da pandemia quando 576 mil pessoas pediram afastamento do trabalho por transtornos mentais e comportamentais.

O número revela uma alta de 26% em comparação ao ano de 2019, conforme dados da Secretaria Especial da Previdência e Trabalho.

O que são programas de bem-estar no home office?

Programas de bem-estar no home office são ações coordenadas entre si.

Com o objetivo de promover a saúde mental e felicidade dos colaboradores, encorajando as pessoas a mudarem comportamentos e estilos de vida, dentro e fora do trabalho.

É possível que você já tenha se sentido cansado(a) e esgotado(a) após uma semana ou um mês em que precisou atender diversas demandas do trabalho.

Períodos como esses, aumentam o risco de desenvolver um processo de adoecimento.

Pois podem levar a um esgotamento de sua energia, o que pode levar à fadiga (sensação de enfraquecimento resultante de esforço físico ou mental) e outros problemas de saúde.

O processo de adoecimento é causado por demandas de trabalho frequentes e contínuas (sejam elas físicas, emocionais ou mentais).

Ou ainda por trabalhos mal planejados, que resultam em esgotamento dos recursos físicos, emocionais ou mentais dos profissionais.

Sintomas físicos nos colaboradores no home office

Trabalhar em casa, sistema adotado por profissionais e empresas das mais diversas áreas tem gerado o relato de dores no corpo, na cabeça, fadiga ocular e perda de sono por muitas pessoas.

Ainda em maior número em função da pandemia de coronavírus.

Além da saúde mental, a saúde física desses trabalhadores também está sendo comprometida.

Segundo o estudo realizado pelo Centro de Estudos em Planejamento e Gestão da Fundação Getúlio Vargas (FGV Saúde).

Os principais sintomas físicos que se tornaram mais frequentes que o habitual são dores nas costas (58%), no pescoço (75%), fadiga ocular (55%), perda de sono (55%) e dores de cabeça (53%).

Ainda, 63% dos entrevistados relataram que não conseguem se exercitar como faziam anteriormente e 46% trabalham por mais tempo e em horários irregulares.

Frente a isso, muitas empresas estão tomando a iniciativa de incluir treinamentos funcionais na jornada de trabalho.

Sintomas emocionais nos colaboradores no home office

A dificuldade de separar o espaço físico entre trabalho e descanso é capaz de gerar grandes problemas.

Como a dificuldade de “se desligar” do profissional e conseguir realmente respirar entre um dia e outro.

Cerca de dois terços dos profissionais estão lidando com uma carga muito maior de tarefas durante o período.

É natural que isso traga a sensação de impotência e uma extrema estafa mental, que provoca estresse e problemas emocionais.

Importância do bem-estar no home office

Garantir a satisfação dos colaboradores no home office é essencial para que a operação da empresa se mantenha produtiva e os resultados não sejam afetados por essa condição adversa.

Por isso, reunimos aqui 6 práticas para você ter ideias para criar programas de bem-estar e melhorar a qualidade de vida de seus colaboradores no home office em sua companhia.

6 práticas para criar programas de bem-estar em home office

#1 Disponibilize pacotes de benefícios

Crie pacotes de benefícios para engajar os seus colaboradores durante o período de home office, como bônus no salário ou viagens.

Isso irá motivar os profissionais a continuarem produzindo mesmo em casa e estimular uma competição saudável entre a equipe.

#2 Ofereça mais flexibilidade no home office

Com a chegada da Covid-19 o home office se tornou uma possibilidade para as empresas e trabalhadores.

Essa medida garante maior flexibilidade para o colaborador que em muitos casos consegue ser mais produtivo.

Pois ele pode investir o tempo que perde com deslocamento e trânsito em atividades que lhe trarão prazer e descontração.

#3 Incentive pausas periódicas

No modelo de home office e com a flexibilidade de horários, certas jornadas de trabalho podem durar horas.

E é importante incentivar que os colaboradores da companhia façam pausas periódicas durante esse tempo.

Isso irá garantir um momento de descanso e descontração na rotina de trabalho.

Fazendo com o que o profissional não fique tão fatigado, melhorando sua qualidade de vida e produtividade, e impactando positivamente nos resultados da empresa.

#4 Promova hábitos saudáveis e atividade física

Como já falamos, não é só a saúde mental que afeta os trabalhadores em modelo de home office, mas também a física.

Por isso é importante tomar iniciativas como treinamentos funcionais e pausas para alongamento durante o horário de expediente.

Também é interessante se atentar à alimentação dos colaboradores e incentivá-los a se alimentarem de maneira saudável, compartilhando receitas para se fazer em casa.

#5 Ofereça apoio emocional

É interessante que a empresa ofereça programas de apoio emocional aos colaboradores, como convênios com clínicas psicológicas.

Além disso, o reconhecimento do trabalho afeta diretamente a produtividade do colaborador.

E faz com que ele se sinta parte fundamental do crescimento da empresa.

Assim o profissional fica mais motivado e consequentemente mais feliz por ser reconhecido.

Portanto, busque maneiras de recompensar o trabalho e promover oportunidades de realização no ambiente corporativo.

#6 Eduque o funcionário

E por fim, mas não menos importante, eduque seus funcionários a como tirar o melhor proveito do modelo home office.

E enfatize a importância da saúde mental e física para uma melhor produtividade.

Também é muito importante sempre garantir a saúde dos colaboradores, através de ações como benefícios de vacinas para gestantes e convênios com seguros de saúde.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

PCMSO da nova SST, com Dr Rafael calixto

Aprenda TUDO que você precisa saber da NR-7 na nova SST com exemplos práticos, ferramentas e estudos de caso, e também como a gestão do PCMSO se adequa ao PGR e eSocial!

Mentoria FAP Expert

chegou a hora de você Dominar de uma vez por todas A gestão do FAP e sua carreira como Profissional de sst.

Mentoria GRO e PGR

Torne-se um profissional de SST valorizado no mercado, cobiçado pelas empresas e melhor remunerado em