Sempre tem para onde crescer

No nosso último artigo, falamos sobre as possibilidades de crescimento da sua empresa de consultoria em SST por meio da da internet, principalmente das redes sociais. Você lembra?

 Porém, é bem verdade que hoje o mundo está contaminado por uma doença chamada “se eu não cresço no Instagram, eu não sirvo para o meu negócio”.

Gente, no dia a dia da agência, eu me deparo com profissionais e empresas que abandonam seus negócios simplesmente porque não conseguem crescer em uma específica rede social.

Ou seja, todo o sucesso da sua empresa é medido pelo seu engajamento? Ou é medido pelos números da sua empresa?

 Vamos voltar um pouco no tempo para entender esse fenômeno que acontece hoje em dia.

Há alguns anos não existiam redes sociais e pouquíssimas empresas investiam em marketing digital. Pequenas e médias empresas ainda nem tinham a consciência de que elas também deveriam se preocupar com o marketing para poderem um dia se tornarem grandes.

 Pois bem, isso acontecia pelo fato de que a propaganda moderna era basicamente a compra da audiência de outros canais (rádio, TV, jornal, revista). Ou seja, você pagava, e ainda paga, para que seu comercial seja veiculado naquele determinado canal de comunicação.

Hoje, com as redes sociais penetradas no íntimo do cotidiano da sociedade, mudou uma coisa determinante em relação à forma como consumimos e produzimos propaganda: agora as pessoas e marcas têm sua própria audiência.

Ou seja, se antes a única forma de atingir mais gente com seu conteúdo seria comprar um espaço na TV, em algum canal com uma audiência que faz parte do seu público-alvo, hoje, você compra esse espaço na internet e cria sua própria audiência.

Pois é bem aí que está a armadilha.

Com o crescimento astronômico de algumas marcas e perfis, de forma “orgânica”, todo mundo passou a acreditar que existe alguma fórmula mágica que essas pessoas usaram que as fez se tornarem milionárias nos seus negócios sem precisar investir tempo e dinheiro. É o famoso “viral” que todo mundo busca.

 Porém, as pessoas não perceberam ainda que isso é utopia para 99% dos perfis que existem nas redes sociais. Apenas 1% do conteúdo que é produzido em todo o mundo, viraliza.

 A rede social é um meio de comunicação, com suas características específicas, mas assim como as mídias tradicionais, é pautada no investimento em anúncios e conteúdo relevante.

 Então, se você está criando conteúdo há um tempo e não consegue descobrir o “segredo do algoritmo”, não se preocupe.

 Lembre-se que quando nasceu o negócio de Saúde e Segurança no Trabalho nem existia rede social ainda.

 Então, não desista do seu negócio só porque você não consegue viralizar o seu Instagram.

 Foque nas soluções que o seu negócio pode oferecer para o seu público e mapeie onde esse público está. É bem possível que ele esteja na rede social, mas não é o único caminho de conquistar o cliente.

 Então, antes de desistir do seu negócio, lembre-se: sempre tem pra onde crescer.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados

Esteja antenado às novidades do SST

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Nossos Cursos

Meteórico GRO e FAP

Chegou a hora de você ter seu trabalho de SST visto como um investimento e ser muito bem pago para isso ​

PCMSO da nova SST, com Dr Rafael calixto

Aprenda TUDO que você precisa saber da NR-7 na nova SST com exemplos práticos, ferramentas e estudos de caso, e também como a gestão do PCMSO se adequa ao PGR e eSocial!

Mentoria FAP Expert

chegou a hora de você Dominar de uma vez por todas A gestão do FAP e sua carreira como Profissional de sst.

Mentoria GRO e PGR

Torne-se um profissional de SST valorizado no mercado, cobiçado pelas empresas e melhor remunerado em